Tenho que contratar uma empresa para registrar minha marca?

Não. Você mesmo pode fazer o registro.

A lei que trata do registro de marcas permite que qualquer pessoa faça o registro. Então não é preciso nenhuma licença especial ou diploma para isso.
 

A única diferença entre você e nossa empresa ou os demais escritórios de registro do mercado são as ferramentas utilizadas para esse trabalho.

De uma certa forma, é parecido com a hipótese de você ter que construir uma mesa ou trocar uma lâmpada queimada de um carro: mesmo sem as ferramentas corretas, você até conseguirá fazer, mas terá mais trabalho e correrá o risco de algo dar errado.

 

Sua mesa pode ficar desnivelada, bamba ou com farpas, e sem uma chave do tamanho dos parafusos da lanterna do carro, você terá que usar uma faca de cozinha para retirá-los.

Então a diferença é que nós temos as ferramentas necessárias para o trabalho: certificados de cursos, expedidos pelo próprio INPI e pela Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO, em inglês).

 

A principal ferramenta que possuímos e que infelizmente os vídeos do YouTube sobre o assunto não citam ou comentam muito superficialmente é sobre a análise prévia da sua marca e a possibilidade dela ser ou não registrada.

E por esse ser o ponto mais crítico de todo o processo, definitivamente é o momento que mais requer conhecimento de quem conduz o registro da marca.

Essa análise não considera apenas se já existe uma marca idêntica à sua. É preciso fazer avaliações técnicas de linguística da sua marca e também de marcas que podem ser consideradas parecidas com a sua, assim como também é preciso fazer uma avaliação da "intenção" da sua marca como um todo (logo, cores, tipo de letra etc) em relação às outras já existentes, pois o INPI pode entender que mesmo se a sua não for idêntica a uma marca já registrada, pode existir uma intenção velada de copia-la.

Porém, se você está pensando em tentar registrar sozinho a sua marca, recomendo duas coisas: a primeira é terminar de ler o conteúdo do nosso site e pensar novamente sobre isso. Se mesmo assim você preferir tentar sozinho, então leia o Manual de Marcas do INPI, que é o documento preparado pelo próprio Instituto com as informações necessárias sobre a parte burocrática do registro.


Particularmente, pensamos que é mais interessante o empresário se preocupar apenas com a expertise do seu negócio (ser hoteleiro, construir casas, produzir tortas, vender roupas etc), o que já representa muito trabalho, e deixar questões específicas como essa com empresas que já são especializadas no assunto e que trabalham apenas com isso.

Mesmo assim, boa sorte e que tudo dê certo!

Indelével Marcas

CNPJ nº 34.788.633/0001-28

​Telefone: (24) 98819-1516​

contato@indelevelmarcas.com.br

  • YouTube - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • LinkedIn - círculo cinza

2020 - desenvolvido por Indelével Marcas

Nome *

Email *

Whatsapp

Assunto

Mensagem